Ovócito...
Espermatozóide...

                               

A enorme diferença no tamanho e no aparecimento habitualmente solitário (ovócito) e em multidão imensa (espermatozóide) - traduzindo a sua cobardia ou timidez para que de tantos apenas um alcance a ligação desejada. Individualmente portadores de um conteúdo complexo e intraduzível no imediato. O objectivo de transmitir a memória individual mas também da espécie. Elementos que não têm tempo de aprender mas que ambicionam ser o transmissor desta memória, da inteligência e do conhecimento, origem do início mas também do ciclo início-fim, proporcionando a alegria mas também o sofrimento, podendo provocar o efémero mas também sendo veículo potencial de eternização...  

Alberto Barros